Entenda os modos automáticos de prioridade

Entenda os modos automáticos de prioridade

Entenda os modos automáticos de prioridade

Sim, Modo P. Todos usamos. Não precisa esconder, é normal, saudável e faz bem pra pele!

Andar de moto por aí é meu hobby, na verdade é mais que isso: é uma segunda paixão, depois da fotografia. E, quando as duas se encontram, sempre me colocam em situações incríveis: rodar por milhares de quilômetros com motoclubes fechados, ir para eventos automobilísticos, andar como os amigos por aí e escutar histórias de pessoas com milhares de quilômetros rodados a mais do que eu.

É curioso como a moto tem algo de solitário e, ao mesmo tempo, rola uma união com o todo. Muito parecido com a fotografia. E se eu fotografar enquanto piloto? Unir a adrenalina dos 120 km/h com o momento do clique?

Nunca consegui me habituar com as "GoPros" da vida. Esse lance de uma câmera que fica disparando sozinha sei lá pra onde, vendo não sei o que.... Isso não me atrai. Eu gosto de sentir o disparo da máquina no momento em que eu quero que ela dispare. Crianças, não façam isso em casa, mas adoro fotografar enquanto ando de moto. Eu conheço bem minha 17-40, consigo usá-la de forma cega (sem usar o visor) muito bem. Sou meio xarope para me concentrar em duas coisas ao mesmo tempo em cima da moto e não me importo em carregar minha máquina pendurada no ombro, mesmo correndo o risco que ela caia ou molhe. O problema é medir a luz e fazer as compensações necessárias.

Para isso uso os modos de disparos P, AV e TV. Vamos separar algumas linhas para explicar melhor essas siglas:

Modo automático

A máquina age por si só, os pequenos duendes implantados pelos fabricantes têm total liberdade dentro do equipamento. São eles que escolhem todos os ajustes que julgam necessários para que a foto saia o mais próximo do esperado. Na verdade, seria mais fácil usar o celular.... É mais leve. Aqui, você entrega para os amigos duendes todas as possibilidades de regulagens: modo de foco, tipo e tamanho de arquivo, balanço de branco, modo de medição de luz, velocidade, ISO, abertura... TUDO!

Os modos automáticos de prioridade

As automatizações de prioridade permitem que você selecione um parâmetro. Você pode decidir o diafragma, por exemplo, e deixar a máquina ajustar a velocidade, baseada no tipo de compensação de exposição que você quer, o modo de medição que está utilizando e ajustes de ISO.

No modo P, a câmera já seleciona uma relação de diafragma e velocidade do obturador, dependendo do ISO selecionado. Uma dica: a maioria das máquinas modernas possuem uma regulagem da escala de ISO que você pode permitir que ela use, ou seja, você pode optar pelo mínimo e o máximo de ISO que sua máquina vai ter acesso, o que evita algumas surpresas. Algumas câmeras também permitem colocar uma velocidade mínima, assim você evita fotos tremidas.

No modo AV, você seleciona o diafragma e a máquina encontra a velocidade e no modo TV (ou S para Nikon e a Sony. Cada fabricante muda a nomenclatura, leia seu manual) você escolhe a velocidade do obturador e a máquina determina o diafragma.

Já deu pra perceber que não é tão simples quanto deixar os nossos amigos duendes operando a máquina sozinhos, né? Você precisa saber o que está priorizando, mais do que isso, os modos de exposição geralmente não travam, ou seja: a cada disparo as relações serão alteradas, dependendo pra onde você apontar a câmera.

No caso da exposição vai depender do modo de medição que você está utilizando, a minha sugestão é que quando for usar qualquer modo automatizado da sua máquina, use o modo de medição matricial da câmera. Ele fará uma exposição "média" da sua cena, mantendo o arquivo dentro dos limites do alcance dinâmico da sua máquina (o quanto seu sensor pode capturar de luz e sombra ao mesmo tempo) assim você poderá ajustar sua imagem com mais facilidade em algum programa de edição, como o Photoshop ou o Lightroom.

Caso você queira compensar a exposição você tem que lembrar de fazê-lo o tempo todo, principalmente se não estivar no modo Matricial de fotometria. Mais do que isso, procure na sua máquina onde fica a trava de exposição, normalmente representada por um (*), desta forma ela não irá mudar sempre que você apontar para outra coisa.

Modo TV, ISO máximo 3200, velocidade 1/250 e aí esqueço os ajustes constantes e me jogo somente na sensação de liberdade e plenitude que a fotografia e a estrada me trazem. Claro, depois tem que rolar uma "pós" nas fotos. Não esqueçam do RAW!

modo p

Por Ricardo Reis

Fique por dentro

Assine nossa Newsletter e fique por dentro de todas as novidades e promoções da Primelight!